Última atualização em

A ozena é um processo de progressão atrófica nas estruturas cartilaginosas e ósseas do nariz e membrana mucosa das vias nasais, acompanhada pela liberação de muco com odor desagradável e formação de crostas fétidas. Essa doença era conhecida nos tempos antigos e, em nossos dias, essa patologia é extremamente rara e, na maioria das vezes, afeta mulheres de meia-idade e crianças. Muitas vezes, casos de ozena ocorrem entre pessoas que vivem em condições desfavoráveis.

Quais são as Principais Causas da Ozena?

Até hoje, os médicos não conseguem estabelecer as razões exatas para o desenvolvimento da ozena. Segundo alguns cientistas, no desenvolvimento da patologia, o lugar principal é ocupado por anomalias congênitas no desenvolvimento do esqueleto facial, incluindo passagens nasais encurtadas e seios nasais subdesenvolvidos. Segundo outros cientistas, as causas estão na lesão necrótica da mucosa nasal devido à progressão de várias patologias (por exemplo, rinite). Quando a necrose se espalha, a cartilagem circundante e as estruturas ósseas são danificadas.

Além disso, há uma suposição bem fundamentada sobre o fato da ozena se desenvolver em pessoas irracionais e desnutridas. Como consequência, o corpo perde nutrientes, o que causa processos patológicos nos tecidos que levam à regeneração da mucosa e à destruição dos ossos do nariz.

Devido ao fato de que várias colônias de micro-organismos foram encontradas na secreção ofensiva das passagens nasais, alguns pesquisadores estão convencidos de que o lago tem uma etiologia infecciosa, e as razões para sua ocorrência estão na colonização de bactérias mucosas.

Mas a teoria mais confiável do desenvolvimento dessa patologia até hoje é a alegação de que ela surge como consequência da derrota dos nervos do nódulo pterigóide com o desenvolvimento de ruptura de seu funcionamento.

O fator hereditário no desenvolvimento do lago também é traçado – e se a família tem essa patologia, a probabilidade de sua manifestação na geração futura aumenta às vezes. Devido ao fato de que a doença é mais frequentemente encontrada em mulheres do que em homens, os cientistas concluíram que os distúrbios endócrinos também desempenham um papel significativo no desenvolvimento da doença – em particular, patologias afetam as mulheres durante a puberdade e o início da menstruação, mulheres grávidas. bem como mulheres menopausa.

Quais são os Principais Sintomas da Ozena?

A doença se manifesta em três etapas. A primeira fase é um nariz escorrendo comum, que começa imperceptivelmente e progride gradualmente. O resfriado mais comum se desenvolve na infância, e os pais notam que o bebê do nariz está constantemente fluindo. Deve-se notar que o nariz escorrendo no lago tem suas peculiaridades – inicialmente é suficientemente espessa e viscosa para se separar, tem um cheiro desagradável e muitas vezes tem um caráter purulento. As pessoas e os pais ao redor sentem o cheiro fétido vindo da criança. Normalmente, a condição da criança não é perturbada, mas às vezes pode se queixar de sintomas como fraqueza, dor de cabeça, diminuição do apetite e distúrbios do sono.

A peculiaridade do fluxo do lago é a incapacidade de parar o nariz escorrendo por qualquer meio. Os pais de crianças com essa patologia costumam reclamar que, como não tentam curar a rinite, não há fundos para a rinite e o muco do nariz continua a se destacar, exalando um cheiro fétido. Na adolescência, o processo se intensifica e os sintomas se agravam, mas a própria criança não sente o cheiro fétido causado pela patologia, já que ele já foi afetado pelos receptores olfativos. Ao mesmo tempo, as pessoas ao redor estão cada vez mais evitando a criança com essa patologia, porque ela produz um cheiro pútrido e tem mau hálito.

A segunda etapa – a fase de altura, cai em uma idade jovem (20-25 anos). Durante este período, uma pessoa não só nota um corrimento nasal, mas também a aparência de crostas, que são muito difíceis de remover. Quando eles são removidos, pode-se notar que eles também exalam um terrível odor de putrefação. Nesse caso, o processo de respiração nasal é perturbado, pois as crostas impedem a passagem do ar pelas passagens nasais. O nariz é posto, a membrana mucosa é seca, e a descarga viscosa continua incomodando a pessoa.

Nesta fase, os pacientes frequentemente se queixam de sintomas como dor nas pirâmides da testa e do nariz, são perturbados pelo sono e pela letargia e diminuem o desempenho. Muitas vezes há hemorragias nasais.

O estágio terminal (o estágio final) é um processo de autocura. O vazio desaparece, assim como o nariz escorrendo, o córtex também deixa a pessoa, finalmente se livra do cheiro fétido. No entanto, a secura da mucosa e a falta de cheiro permanecem até o final da vida. O estágio terminal geralmente se desenvolve aos 40 anos, ou seja, uma pessoa vive toda a sua vida com essa patologia, que não é apenas ruim para sua saúde, mas também para seu estado psicológico, porque as pessoas, na maior parte, evitam, e é difícil para ele se adaptar para viver em sociedade.

Às vezes, os sintomas da doença são de natureza atípica – os pacientes podem ter um ozônio unilateral, ou ozena, envolvendo estruturas cartilaginosas e ósseas, o que leva a uma expansão das passagens nasais e da curvatura dos septo nasal.

Contra o pano de fundo de uma patologia como ozena, desenvolvem-se complicações – laringite, sinusite crônica, otite, blefarite e conjuntivite, ou seja, lesões inflamatórias de órgãos relacionados – orelhas, olhos, faringe e traqueia, etc.

Como o Diagnóstico e Tratamento da Ozena são Feitos?

O diagnóstico da ozena é baseado em queixas e exame visual do paciente, o que já sugere que ele tenha tal patologia como um óstio. Os sintomas da doença são tão específicos que são difíceis de confundir com os sintomas de outras patologias do nariz. Entretanto, para confirmar o diagnóstico, métodos de exame instrumental, como a rinoscopia e a faringoscopia, também são prescritos.

O exame radiográfico dos ossos do crânio e seios paranasais permite um diagnóstico diferencial com rinite atrófica e outras doenças. Também são prescritos TC de seios paranasais e exame bacteriológico de esfregaços.

O tratamento de uma doença, como uma ostentina, pode ser medicado e cirúrgico. O tratamento medicinal do lago é o uso de terapia antibiótica racional. A fim de remover as secreções e crostas purulentas, as passagens nasais são lavadas com soluções especiais (solução salina, soluções desinfetantes e outras preparações medicinais). Também são utilizados pomadas e soluções oleosas de vitaminas, nitrato de prata e instalações endozonais para tratamento tópico.

Um bom efeito é fornecido pelo tratamento do lago com métodos de fisioterapia – os pacientes são prescritos eletroforese.

Como a passagem nasal se estende no lago, a patologia pode ser tratada cirurgicamente pela colocação do implante ou pela realização de uma operação para mover as paredes laterais do nariz. Além disso, o tratamento do lago envolve o uso de fundos para hidratar a membrana mucosa, o que permite que você se livre da secura e se sinta mais confortável.

Referências:

Medlineplus.gov. Ozena.
https://medlineplus.gov/ency/article/001627.htm

Mountsinai.org. Ozena.
https://www.mountsinai.org/health-library/diseases-conditions/ozena

45 COMENTÁRIOS

  1. Tenho 54 anos, desde a minha adolescência sofro com problema de halitose e mau cheiro no nariz, já predi vários namorados, e varios empregos também. Passei no gastro, no otorrino, fiz vários exames e só agora vendo está matéria de vcs sobre ozena foi que descobri que pode ser este meu problema.E meu filho está com esse mesmo problema, nos dois precisamos de ajuda, não temos convênio. Isso é muito constrangedor sem falar do buling, já pensei até em tirar a minha própria vida por causa desse problema. As pessoas se afastam da gente, sinto muita dor de cabeça, tem vez que afeta até meu ouvido esquerdo, parece que estou podre. Preciso de ajuda psicológica também.

  2. Arlete, realmente esse problema é terrível. Fiz uma cirurgia rinoplastia há 3 anos e por erro médico (eu tinha os cornetos inchados e ele retirou sem a minha autorização durante a rinoplastia) adquiri ozena. Tbm sinto tudo isso que você relacionou. Já li bastante sobre o problema que ainda não tem cura. Vou tentar achar um médico que realize a cirurgia, já que remédio é paliativo…tem o ciprofloxacino…ainda não tomei…Me receitaram lavar com soro…tomar antibiótico por 3 meses…usar Nites…umidificar com gel…Sorine..Rinosoro…olha…já tentei muita coisa..desanimador…Sai uma coriza fétida…sangramento de um dos lados…e crosta tbm de um dos lados….As pessoas evitam sentar-se ao nosso lado…conversar….eu tbm já pensei em tentar contra minha própria vida…Vou tentar mais alguma coisa. Passa um contato, caso eu ache um médico que tente resolver esse meu problema, eu entro em contato com vc.

    • Juliana não tente contra sua vida, mais do que nunca devemos ter em mente, que existem pessoas em situações piores que a nossa, vamos nos fortalecer se auto ajudar um aos outros, que com certeza conseguiremos obter Êxito em algo.
      Tenhamos fé que tudo isso um dia acaba, e nós vamos juntos conseguir vencer essa enfermidade.

      D’us não nos desampara.

      • Eliana, bom dia. Estou fazendo exames pre operatórios para uma cirurgia. Infelizmente nao obtive sucesso com medicamentos…O que deu uma amenizada foi uma receita de rinosoro com uma bisnaguinha de mel…quem me passou essa mistura foi o médico que irá me operar..ele é professor no curso medicina especialidade otorrino na PUC de Sorocaba…Estou confiante…
        A receita q ele me passou foi de misturar um sachê de mel numa embalagem de rinosoro e usar a cada 2 horas…diminuiu o mal cheiro..mas nao resolveu 100%.
        Eu já havia lido isso numa tese de mestrado..pois pesquiso muito sobre o assunto.
        Abraço.

  3. Descobri esse sintoma na minha vida, quando saí de Fortaleza, e vim para Bento Gonçalves Serra Gaúcha Rio Grande do Sul,.
    O fator frio contribuiu muito pra isso, estou com 37 anos e descobri isso com 36 anos de idade,.
    É lamentável existir isso, principalmente por nos distanciarmos das pessoas, em virtude do odor característico muito forte.

    Poderíamos formar um grupo e nos ajudar com informações, para que a auto ajuda possa realmente chegar em nossas vidas.

    Meu contato é:

    54 9 9708 – 3671

    Estou totalmente a disposição de vocês Amigos.

  4. Arlete,juliana,Verônica e Jailson, vcs não estao sozinhos, eu Sou Fatima ,tenho 56 anos e eu e meu filho tb temos este problema horrivel,eu tenho varios traumas por causa desse problema. Mais devemos nos juntar e dar força um p o outro, formar um grupo e nos conectarmos c grandes centro de pesqisas de otorrino p acompanharmos o avanço deste tratamento/cirurgia.Devemos nos unir.Eu tenho orado a Deus p nós dar condições de ficar livres desse mal, tenho fé que vamos conseguir. Vamos crer que Deus pide mover grandes cirurgioes que olhem por nós minoria pois nosso problema é raro.
    Vamos mater contato meu email é [email protected] vcs podem me madar o de vcs tb. Fiquem c Deus.

  5. Poxa eu tenho este problema desde a adolescência. Se vcs encontrarem ou tiverem algum contato, por favor me avisem. Seria bom formarmos um grupo no zap, se alguém quiser fazer o grupo, por favor me adicionem (91-980813361)

  6. Também tenho ozena. Tenho 75 anos, e desde os 20 anos sofro com este problema sem solução. Caso seja formado o grupo , meu zap é 27 999330588. Agradeço muito se for adicionado.

  7. oi
    tambem estou com esse problema depois de uma cirurgia.
    Para amenizar estou
    – lavando com uma seringa, varias vezes ao dia com uma solução (1 litro dágua fervida +1 colher de sal grosso +1 colher de bicarbonato+1 colher de mel)
    -tomando (por 30 dias e depois será 1 vez ao dia) Hepar sulphuris 6 ch com Hidrastis 6 ch – 10 gotas
    e
    – passando nas narinas ao deitar o cotonete embebido em (glicerina bidestilada 100ml com 10ml de própolis sem alcool)

    • Obrigada Maria do Carmo…precisamos ir trocando experiências. Em março passarei por outra cirurgia no nariz…caso não consiga um resultado efetivo, tentarei o que vc está fazendo. Muito obrigada mesmo.

  8. Não usem em hipótese alguma, ar condicionado. Não comam carne vermelha, e se possível evite ao máximo qualquer tipo de alimento de origem animal como: leite, queijo, carnes e gorduras. Lavem* todos os dias o nariz, com soro fisiológico com na proporção: 500ml de soro e 100ml de própolis solúvel em água (própolis da marca prodapys. Tome muito suco de limão, puro, sem água, e todos os dias. Procure em sua região, a buxinha-do-norte. Corte uma pontinha, faça um chá com meio litro de água e lave* com esta solução no mínimo uma vez ao dia (pode-se lavar mais vezes) não coma nada que venha do trigo. Farinha de trigo, pão, germem…trigo faz mal! Beba muita água, e pelo menos uma vez ao dia, misturada com mel (a gosto). faça exercícios físicos como bike, corrida, tênis, ou qualquer outro tipo de esporte que sue bastante. (Bike é ótimo, nestes casos) má tenha-se longe de frituras. Não coma nem cheire gorduras saturadas. Bebida alcoólica e cigarro, nem pensar. Fuja dos fastfood’s. Durma com uma toalha levemente umedecida e com umas gotas de essência de menta. Use travesseiro de flor de marcela, ou variadas ervas medicinais.(descecadas). (*Ao lavar o nariz, deitado, direcione a cabeça para trás, erguendo bem o queixo, e vire levemente para o lado oposto da Marina. Assim a solução ou quaisquer líquido, não escorrerá diretamente para a garganta, indo direto para o fosso nasal.) E para finalizar, não se mate: vai feder mais que o nariz. E isso não fará você um mártire. Pois quem contará para outrem, que você sarou?!

  9. Oi boa tarde a minha filha tem 3 anos 4 meses, tem um a bolinha dentro do nariz, mas é cor de rosa claro brilhante e não sei o que é? E levei no médico fala não tem nada e é normal, e a minha filha só respirar um nariz só outro lado não tá respirando, e eu tô muito preocupada me ajudar obrigada

  10. Nossa!! Sofro muito também, nunca respiro perto, junto de outra pessoa. O meu e-mail [email protected] hoje vou fazer um cha de EQUINÁCEA com GENGIBRE e vou tomar 3 vezes ao dia. E o tempo todo e a vida toda eu uso soro fisiologico pra lavar, sem contar que por minha conta faco nebolizacao 1 vez a noite com PENETRO.

  11. Meu nome é marli, tenho 58 anos e nasci com essa doença pelo fato de meu pai ser portador da mesma patologia. Mais graças a Deus aos quinze anos fui operada no hospital Pedro Hernesto no Rj. E assim me libertei desse mal. Consegui levar uma vida normal para a honra e glória do meu Deus

  12. Nossa. Eu desenvolvi este problema após uma cirurgia de septo. Acabei de vir do médico já tentamos de tudo. Estou muito abalada. Não saio do antibiótico e pra piorar tenho hipotireodismo. Eu tenho amenizado os sintomas lavando com extrato de propolis e soro. Mas desta vez. Eles não deram conta. Tiramos muita mas muita secreção. Estou muito triste e não sei como vai ser. Me adicionem por favor se fizerem um grupo.
    43-99682-2245

    • Oi amigos, tenho 25 anos e eu adquiri este problema depois da gravidez ha 4 anos atrás e desde então eu uso muito soro no nariz, já passei no otorrino e eles não acreditam, acham que é coisa da minha cabeça porém não consigo ficar em lugar nenhum perto das pessoas pois mesmo de boca fechada esse mau cheiro que eu mesma não sinto, as pessoas ao meu redor sentem e logo saem de perto de mim… é horrível, sensação que não tem
      Cura. Me adicionem no grupo por favor!!

  13. Olá, estou com um problema igual a Francislaine, meu filho tem 10 anos e esta com um bolinha igual filha dela,ele reclama muito que incomoda, ñ consegue respirar, parece q cresce, ele tem muitas alergias e tem CIA, com esta pandemia ,como levo ele no médico, estou com mais esta preocupação na cabeça , se tiver um grupo, quero participar

  14. Amigos, a alguns meses comecei a ter este problema de mal cheiro jo nariz, e sempre que limpava com um pano ficava uma sujeira de cor amarelada. Li aqui os comentários e vi que as soluções são nenhumas.
    Gostaria de relatar minha tentativa de resolver, que no MEU caso resolveu, não aconselho ninguém a fazer o mesmo, e antes de tomar qualquer atitude procure um médico.
    Sempre resolvi qualquer problema de pele, como frieiras ou micose com limão, e umas semanas atras me cansei e pinguei uma gota de limão em cada via do nariz.
    Atenção, é muito desconfortável, muito mesmo, porem o problema desapareceu.
    Espero que esta informação seja bem analisada por médicos, e caso não seja adequada que seja exposta pra que ninguem a faça.
    Por hora, meu problema foi resolvido, sem secreção amarela, sem mal cheiro, meu nariz ficou novo de novo, isso ja tem 1 mês.
    Caso o problema retorne estarei aqui relatando.
    Espero ter ajudado, e quem for se arriscar a fazer, seria interessante misturar naquele frasco de spray pra nariz, e borrifar o limão diluído, já que causa um grande desconforto quando o limão entra em contato com a aprte interna do nariz.
    Minha lógica foi a seguinte, se eu posso por limão na boca, engasgar e subir pro nariz sem acontecer nada de mais, não há mal tentar, sendo o limão um santo alimento, capaz de previnir ate o câncer se consumido todos os dias … Tentei a sorte.
    Abs a todos

  15. Pessoal…Como comentei acima, passei por uma cirurgia (septoplastia..turbinectomia…e mais dois procedimentos) dia 15 de junho…exatamente há 15 dias…o pós está muito chato…como eu esperava…recuperação delicada e sofrida por ser uma região da cabeça e principalmente por abranger a via respiratória…mas quero dizer a vcs com muita alegria que meu problema finalmente foi resolvido..estou livre do mau odor que me acompanhou por 5 anos após uma cirurgia plástica (rinoplastia) desastrosa em minha vida.
    Minha cirurgia foi realizada em Sorocaba por um médico muito competente (professor na PUC da especialidade otorrino) …sei que cada organismo reage de um jeito e que cada problema apresenta a sua especificidade..mas se alguém quiser o contato desse médico, pode me escrever, ficarei muito feliz em poder ajudar pessoas que sofrem como eu sofri.

  16. Olá, meu filho tem 4 anos e a 10 meses fez uma cirurgia de amígdalas é adenoides, e agora já tem um tempo q reclama q o nariz está c meleca (rsrs) fica só com dedo no nariz. Resolvi olhar c uma lanterna, não tem nada, mas lá no fundo vi um ponto branco parecendo uma inflamação. Procurei na internet e lendo a matéria e os comentários fiquei bem preocupada. Vou tentar marcar um otorrino. Boa sorte para todos nós

  17. Gente eu tbm estou com esse problema (Não sei se é ) não sinto dores de cabeça. Só o odor desagradável, eu não sinto, porém as pessoas ao meu redor deixa isso bem claro. Toda vez que chego perto as pessoas se afastam ou põe a mão no nariz. Só quem passa por isso sabe o quanto isso é constrangedor o quanto é triste viver assim, hj não tenho nem se quer um amigo me afastei de todos, não tenho emprego. percebo que até o meu marido evita conversar comigo. Só minha mãe me aguenta e incomodada ainda. Eu tinha coseos (aquelas bolinhas amarelas nas amígdalas) removi as amígdalas em 2016 minha decepção veio 1 dia depois, percebi que não tinha resolvido o problema. quase adquiri uma depressão. hj sofro de ansiedade generalizada. choro todos os dias. sofro criticas ainda por ser uma pessoa muito fechada. Sigo em frente na esperança de encontrar uma solução pra isso.

Comente