Bacon

Um estudo recente da Universidade de Oxford, no Reino Unido, financiado pelo Cancer Research UK, reforçou a evidência de que a ingestão de carne vermelha e processada pode ser prejudicial à saúde, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Os pesquisadores analisaram informações de quase meio milhão de pessoas registradas no Reino Unido Biobank, o banco de dados de saúde do Reino Unido.

Em seis anos de estudo, eles descobriram que 2.609 participantes desenvolveram câncer de intestino.

Eles identificaram que:

  • Comer três fatias de bacon por dia, em vez de apenas uma, pode aumentar o risco de câncer de intestino em 20%.
  • Para cada 10.000 pessoas que consumiram 21 g por dia de carne vermelha processada, 40 foram diagnosticadas com câncer de intestino.
  • O valor comparativo para quem ingeriu 76g foi de 48 casos.

De acordo com o sistema de saúde pública do Reino Unido (NHS), uma fatia de presunto ou bacon tem cerca de 23g de carne processada.

A Cancer Research UK afirma que 5.400 dos 41.804 casos de câncer de intestino registrados a cada ano no Reino Unido podem ser evitados se as pessoas não comerem carne processada.

Mas a organização reconhece que fumar representa um risco muito maior – os cigarros respondem por 54.300 casos de câncer por ano.

A Public Health England, uma agência ligada ao serviço de saúde britânico, descobriu em suas pesquisas que muitas pessoas comem carne vermelha e processadas demais.

Os especialistas aconselham aqueles que consomem grandes quantidades a reduzir a quantidade.

Segundo o Departamento de Saúde, quem come mais de 90g por dia deve diminuir para 70g.

Fonte: bbc.com

1 COMENTÁRIO

Comente