Dengue

Campinas(SP) confirmou, na tarde de segunda-feira(6), a segunda morte por dengue no município este ano. A vítima é uma garota de 19 anos do Norte que foi atendida na rede privada. A cidade vive uma epidemia da doença com 8.100 casos. O número aumentou 2,3% em relação ao último balanço divulgado em 29 de abril.

No dia 9 de abril, a Prefeitura informou que estava investigando a morte de Laura Oliveira Straccialano por suspeita de dengue. A morte foi confirmada pelo Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo.

A região mais afetada pela dengue em Campinas é o noroeste, com 2.385 registros. A primeira morte da doença em 2019 foi um bebê de cinco meses do sul. A morte foi confirmada pela Vigilância Epidemiológica em 15 de abril.

Prevenção

No início de março, a Prefeitura de Campinas anunciou medidas e cuidados para que a população previna a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor do vírus da dengue:

  • Evite o acúmulo de água em latas, pneus e outros objetos;
  • Vasos de flores devem ter água trocada a cada dois dias;
  • Tanques de água e outros recipientes usados ​​para armazenar o líquido devem ser selados;
  • Os frascos de vaso sanitário não utilizados devem permanecer fechados.

Fonte: G1

Campinas confirma segunda morte por dengue e casos sobem para 8,1 mil
5 (100%) 1 voto

1 COMENTÁRIO

Comente