Realizar exames periódicos é de extrema importância para acompanhar o andamento de sua saúde, disso todos sabemos, e para nos ajudar nesta missão é que existem inúmeros tipos de exames, cada um com uma função específica.

No caso do teste de laboratório de pesquisa de doenças venéreas (VDRL) sua função é avaliar se você tem sífilis, uma infecção sexualmente transmissível (IST). A sífilis é causada pela bactéria Treponema pallidum. A bactéria infecta penetrando no revestimento da boca ou da área genital.

O teste VDRL não procura as bactérias que causam a sífilis. Em vez disso, ele verifica os anticorpos que seu corpo produz em resposta aos antígenos produzidos pelas células danificadas pela bactéria. Anticorpos são um tipo de proteína produzida pelo sistema imunológico para combater invasores como bactérias ou toxinas. Testes para esses anticorpos podem informar seus médicos se você tem sífilis.

Você não precisa ter os sintomas da sífilis para que esse teste seja preciso. Como ele verifica se há anticorpos produzidos como resultado de uma infecção por sífilis, o teste de VDRL pode ser usado independentemente de você apresentar algum sintoma no momento.

Por que os médicos realizam um teste de VDRL?

O seu médico provavelmente pedirá um teste de VDRL se houver a possibilidade de você ter sífilis. Os primeiros sintomas que podem levar o seu médico a pedir este teste incluem:

  • Uma ferida pequena e indolor
  • Inchaço nos gânglios linfáticos perto da ferida
  • Uma erupção cutânea que não coça

Noutros casos, o seu médico pode pesquisar a sífilis mesmo que não tenha quaisquer sintomas ou razões para pensar que tem a doença. Por exemplo, o seu médico fará a triagem para a sífilis como uma parte rotineira dos seus cuidados, se estiver grávida. Este é um procedimento padrão, e isso não significa que seu médico acha que você tem sífilis.

Seu médico também pode testá-lo por sífilis se estiver sendo tratado de outra IST, como gonorreia, se estiver infectado com o HIV, ou se tiver se envolvido em atividade sexual de alto risco. Se você já foi tratado para sífilis, os Centros para Controle e Prevenção de Doenças (CDC) recomendam testes de acompanhamento para garantir que o tratamento funcionou e a infecção foi curada.

O teste VDRL

Normalmente, tudo que você precisa fazer para o teste VDRL é permitir que um profissional de saúde tire seu sangue. O sangue é geralmente retirado de uma veia na dobra do cotovelo ou nas costas da mão. Esta amostra de sangue será então enviada para um laboratório e testada para os anticorpos produzidos como resultado da sífilis.

O teste VDRL não requer que você tome rapidamente ou pare de tomar qualquer medicação. Se o seu médico quiser que você faça uma exceção, eles informarão antes do seu teste. Se o seu médico suspeitar que a infecção da sífilis se espalhou para o cérebro, o seu médico poderá optar por testar o seu líquido espinhal para além do seu sangue.

VDRL Não Reativo

Quando o resultado é negativo, ou não reagente, geralmente indica que o paciente nunca teve contato com a bactéria causadora da doença. Caso o paciente já tenha entrado em contato com a bactéria, pode significar que o tratamento teve eficácia completa, eliminando a bactéria e o anticorpo que a combate.

VDRL Positivo Ou Reagente

Se o resultado for positivo, ou reagente, pode indicar que o paciente tenha sífilis e, nesse caso, o médico poderá solicitar um exame mais específico para confirmar o diagnóstico. Se confirmado, o médico indicará o tratamento correto para o paciente, geralmente feito de forma medicamentosa.

VDRL Reagente 1/2

O resultado do teste é dado em diluições e aparece mais comumente em títulos, como 1/2 e 1/64. Esses títulos refletem a quantidade de antígenos treponêmicos, ou seja, a quantidade de bactérias do Treponema pallidum presentes no sangue do paciente: quanto maior o denominador, maior a quantidade de antígenos.

Para compreender o resultado, basta saber que o denominador representa o número de diluições feitas no sangue. Portanto, se o resultado for 1/2, quer dizer que foi possível identificar o anticorpo mesmo após 2 diluições no sangue. Este é o título mais baixo possível e não caracteriza diagnóstico. O resultado somente caracteriza-se como diagnóstico a partir de valores maiores de 1/32, ou seja, após 32 diluições.

Compreender os resultados do seu teste VDRL

Se o seu teste voltar negativo para anticorpos da sífilis, o resultado sugere que você não tem sífilis.

Se o seu teste voltar positivo para anticorpos da sífilis, você provavelmente (mas não definitivamente) tem sífilis. Se isso ocorrer, seu médico solicitará um teste mais específico para confirmar os resultados. Um teste treponêmico é freqüentemente usado para confirmar o teste positivo. Os testes treponêmicos verificam se o seu sistema imunológico produziu anticorpos específicos em resposta direta ao Treponema pallidum causador da sífilis.

Potencial para falsos positivos e negativos

O teste de VDRL nem sempre é preciso. Por exemplo, você pode ter resultados falso-negativos se tiver sífilis há menos de três meses, pois pode levar muito tempo para o seu corpo produzir anticorpos. O teste também não é confiável na sífilis tardia.

Por outro lado, o seguinte pode causar resultados falso-positivos:

Em alguns casos, seu corpo pode não produzir anticorpos, mesmo se você tiver sido infectado com sífilis. Isso significa que o teste VDRL será impreciso.

Os anticorpos produzidos como resultado de uma infecção por sífilis podem permanecer em seu corpo mesmo depois de sua sífilis ter sido tratada. Isso significa que você sempre pode ter resultados positivos nesse teste.

Perspectiva de longo prazo

A sífilis é tratável, mas é importante consultar seu médico assim que você achar que pode ter sido exposto. Se não for tratada, ela pode se espalhar pelo seu corpo e causar complicações em seus órgãos. O teste VDRL não é perfeito, mas é um teste confiável que pode ser o primeiro passo para ajudar a determinar se você foi infectado. A principal coisa a lembrar é praticar sexo seguro, e se você acha que há uma chance de ter tido contato com a sífilis, consulte seu médico imediatamente.

Última atualização em

RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES
Cuide da sua saúde.
Receba nossos novos artigos em seu e-mail e fique sempre informado!

Comente