Diarréia

A palavra “diarreia já nos lembra de situações constrangedoras em que, em boa parte das vezes, precisamos desesperadamente ir ao banheiro. Seja em casa, na rua ou até mesmo no trânsito, a diarreia parece acontecer nos momentos mais inoportunos, entretanto o maior problema não é este.

Diarreia

O grande problema da diarreia, por incrível que pareça, não é o possível constrangimento que ela causa, e sim a desidratação e a desnutrição que podem ocorrer caso a diarreia não seja tratada rapidamente, o que pode causar sérias consequências à saúde e até mesmo a morte, considerando que a diarreia é a principal causa de morte em crianças menores que 5 anos de idade em todo o mundo. Estima-se que mais de 3.5 milhões de crianças morram por ano devido à diarreia e que mais de 140 milhões das crianças nascidas por ano.

Viu só, uma simples diarreia pode acabar não sendo tão simples assim, podendo ser causadas por bactérias e vírus, como por exemplo, o vírus da febre amarela, dengue, zika, chikugunya, entre outros.

O Que é Diarreia?

A diarreia é um aumento na frequência de movimentos intestinais ou uma diminuição na forma de fezes (maior destruição das fezes). Embora as mudanças na frequência dos movimentos intestinais e a folga das fezes possam variar independentemente umas das outras, as mudanças geralmente ocorrem em ambos.

A diarreia precisa ser distinguida de outras quatro condições. Embora essas condições possam acompanhar a diarreia, muitas vezes eles têm diferentes causas e tratamentos diferentes da diarreia. Estas outras condições são:

Incontinência de fezes: que é a incapacidade de controlar (retrasar) movimentos intestinais até um momento apropriado, por exemplo, até que se possa chegar ao banheiro

A urgência retal: que é uma súbita vontade de ter um movimento intestinal tão forte que, se um banheiro não estiver imediatamente disponível, haverá incontinência

Evacuação incompleta: que é uma sensação de que outro movimento intestinal é necessário logo após um movimento intestinal, mas há dificuldade em passar mais fezes pela segunda vez

Movimentos intestinais imediatamente após comer uma refeição

privada

Como Tratar a Diarreia?

A maioria dos casos de diarreia limpa por si só dentro de alguns dias sem tratamento. Se você tentou mudanças de estilo de vida e remédios caseiros para diarreia sem sucesso, seu médico pode recomendar medicamentos ou outros tratamentos.

Considerando a gravidade que a situação pode tomar, a conscientização é o melhor remédio. Entender o quão grave uma diarreia pode se tornar e saber o quão rápido o tratamento deve ser ministrado, pode ser a diferença entre a vida e a morte. Para ajudar nesta tarefa estamos citando abaixo uma lista com algumas dicas caseiras para diarreia que podem salvar vidas de todas as idades.

1 – Tome sorvete

Parece besteira, mas tomar sorvete derretido é uma boa maneira e evitar que a diarreia cause danos severos ao corpo, principalmente ao de crianças.

Tome sorvetes frequentes, ou uma bebida de reidratação em uma quantidade mínima de 1 litro por hora durante 1 a 2 horas, ou mais se você continuar tendo grandes quantidades de diarreia. Isso ajudará a evitar a desidratação, ajudará a reabastecer os nutrientes perdidos pela diarreia e é de mais fácil ingestão para crianças.

sorvete

2 – Jamais deixe de se alimentar

Outra dica que parece óbvia, mas quando se trata de crianças, esta acaba sendo uma árdua batalha. Nós adultos entendemos a importância de uma alimentação, entretanto enquanto estamos com diarreia, ironicamente ficamos sem fome. Imagino que todos nós sabemos o quanto é difícil fazer uma criança comer quando está sem fome.

3 – Coma aos poucos

Continuando a dica anterior, entendemos a importância da alimentação enquanto estamos passando por uma diarreia, porém quanto mais alimentos você consumir, mais difícil será para seus órgãos digestivos funcionarem, então tente comer pequenas quantidades espalhadas ao longo do dia.

4 – Procure consumir alimentos de fácil digestão

Faça uma dieta de alimentos sem graça, como simples grãos integrais, maçãs, bananas e arroz nos primeiros dias. Esses alimentos são fáceis no sistema digestivo e podem fornecer algumas fibras para ajudar a adicionar volume às fezes.

banana

5 – Use Óleos Essenciais

Estudos descobriram que o óleo essencial de hortelã-pimenta pode reduzir a inflamação intestinal e aliviar o trato digestivo, reduzindo fezes soltas. Estudos também descobriram que o óleo de hortelã-pimenta possui ingredientes ativos, incluindo mentol ou monoterpina, que tem propriedades antiespasmódicas devido à sua capacidade de bloquear canais de cálcio nos músculos lisos intestinais. Isso ajuda a parar cólicas, eliminação e dores frequentes.

6 – Beba muitos líquidos claros

Beba bastante líquidos claros, incluindo água, caldos e sucos. Evite cafeína e álcool.

suco

Caso estas dicas não sejam o bastante para lidar com a diarreia, existem uma série de tratamentos convencionais que podem e devem ser realizados para tratar o problema. Alguns deles são:

1 – Probióticos

Os probióticos são fontes de bactérias “boas” que funcionam no seu trato intestinal para criar um ambiente intestino saudável. Eles são essencialmente microrganismos vivos que existem em certos alimentos, incluindo:

  • Queijos macios envelhecidos
  • Beterraba kvass
  • Queijo tipo cottage
  • Chocolate escuro
  • Azeitonas verdes
  • kefir
  • Kimchi
  • kombucha
  • Chucrute
  • Missô
  • Natto
  • Picles
  • Pão fermento
  • Tempeh
  • Iogurte

Os probióticos também vêm em pó ou forma de pílula

natto

2 – Pepto-Bismol / Kaopectate / Imodium

Com a supervisão do seu médico, vários medicamentos de venda livre podem ajudar com diarréia aguda se seus sintomas não são graves.

Embora estas drogas possam aliviar os sintomas de diarréia, elas não tratam a causa subjacente.

Se você tem diarreia crônica, não deve usar essas drogas sem o consentimento do seu médico. A diarreia crônica é a diarreia que dura mais de 14 dias. Muitas vezes tem causas diferentes.

Considerações Finais

Apesar de que as dicas descritas acima possam salvar uma vida, além de tratar prontamente os sintomas da doença, é extremamente importante passar por uma consulta médica para que seja diagnosticada a causa da doença para que esta seja tratada da maneira mais correta possível.

Comente